Siemaco se reúne com trabalhadores terceirizados da Unioeste

Da assessoria/Siemaco FB – O Siemaco Francisco Beltrão trabalha com firmeza para defender os direitos dos trabalhadores. Nos casos de atraso no pagamento dos salários e demais direitos, o sindicato entra com a Ação Cautelar de Arresto, prática que se consiste na apreensão judicial de bens do devedor. Foi esta conduta que o Siemaco tomou ao verificar atraso nos vencimentos de 09 trabalhadores terceirizados da Unioeste – Campus Francisco Beltrão. Na última semana, o presidente Valdir Gonçalves, junto com o departamento jurídico da entidade, se reuniu com estes trabalhadores para explicar os procedimentos que estavam sendo tomados. O presidente Valdir Gonçalves é taxativo: “O Sindicato está de olho nas empresas que prestam serviços em nossa região e não respeitam os direitos dos trabalhadores. Vamos continuar com bastante intensidade com essa fiscalização”, destacou. Valdir elogiou a conduta da Unioeste neste caso. “É raro quando o órgão tomador de serviço, que nesse caso é responsável solidário, colabora com o sindicato para preservar o direito do trabalhador. E a Unioeste foi exemplar nesse caso, nos fornecendo todos os documentos necessários”, frisou o presidente. Legenda – O presidente Valdir Gonçalves se reuniu com os trabalhadores, na última semana, para explicar os procedimentos que estavam sendo tomados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − cinco =