Reajuste salarial de 20% é principal luta dos Siemacos – PR

50 mil trabalhadores poderão ser beneficiados pelo reajuste a partir de 2013. Negociações com o sindicato patronal serão concluídas em dezembro.

 

Da assessoria     

 

Serão concluídas no mês de dezembro as negociações entre os Siemacos PR (Sindicato dos Empregados em Empresas do Asseio e Conservação do Estado do Paraná) e o Seac (Sindicato das Empresas do Asseio e Conservação do Estado do Paraná). A principal luta do sindicato laboral é garantir reajuste salarial de 20% aos trabalhadores da categoria. Segundo informações do Siemaco Curitiba, em todo o Paraná serão mais de 50 mil trabalhadores beneficiados pela Convenção Coletiva da categoria.

 

Além do reajuste salarial de 20%, os sindicatos dos trabalhadores negociam com o Seac melhorias no tíquete alimentação, pagamento do tíquete durante as férias e redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais.

 

 

 

Negociações

 

O início do processo de elaboração das reivindicações dos trabalhadores foi no mês de setembro, com as assembleias gerais. Em outubro, os presidentes dos sete Siemacos existentes no Paraná se encontraram e formularam, em Foz do Iguaçu, um documento único contendo as reivindicações trabalhistas. Este documento foi enviado ao Seac.

 

Atualmente os sindicatos laborais e o sindicato patronal estão na fase do encaminhamento das negociações. Cada item do documento esta sendo discutido individualmente pelos dirigentes sindicais.

 

Em dezembro serão realizadas as negociações para discutir quais as melhorias serão ou não implementadas para a classe a partir de 1º de janeiro de 2013. No que diz respeito à negociação salarial, os dirigentes sindicais levam em consideração o valor acumulado da inflação, que neste ano está em 5,81%. As negociações acontecem até que seja avançado o máximo possível nos objetivos dos trabalhadores.

 

Em janeiro, é assinada a Convenção Coletiva. A partir deste procedimento todos os  novos benefícios para os trabalhadores passam a valer.

 

A Convenção será divulgada no site do Siemaco – Francisco Beltrão (www.siemacofb.com.br) e também no site da Federação do Asseio (Feaconspar) –  www.feaconspar.com.br .

 

Boas expectativas

 

O projeto dos Siemacos e Federação é obter uma melhoria salarial real para os trabalhadores. Isso significa que o aumento de salário anual precisa ser acima da elevação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) e da Cesta Básica Nacional.

Para tanto, a Feaconspar mantém uma parceria com o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) para calcular o percentual de aumento dos impostos e quanto de aumento salarial os trabalhadores da classe terão de ter. “Além disso, nossa Federação mantém advogados que visam o mercado e como está o custo de vida em cada região. Com isso, o objetivo sempre é buscar dar as melhores condições de vida para os trabalhadores”, explica Valdir Gonçalves.  “Para a data-base de 2012 conseguimos um aumento salarial real de 15%”, complementa o presidente, salientando que as expectativas são boas para que, neste ano, se consiga o acréscimo de 20% nos vencimentos dos trabalhadores.

Legenda – O presidente do Siemaco Francisco Beltrão, Valdir Gonçalves, discursa na assembléia com os trabalhadores, em setembro, na Guarda São Cristóvão

Foto: Lucas Carniel/ Assessoria de imprensa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − sete =